Sobre

QUEM É PAULO GANIME

O deputado federal Paulo Ganime, 37, foi eleito pela primeira vez a um cargo eletivo em 2018 com 52.983 votos pelo partido NOVO do Rio de Janeiro. Em 2020, atuou como líder do partido na Câmara, trabalhando com os demais colegas de bancada nas votações e no enfrentamento à pandemia.

Por conceito e convicção, entre os principais temas do mandato estão o desenvolvimento e a liberdade econômica, o foco em empreendedorismo e inovação, o aprimoramento da segurança pública, o barateamento e o aumento da oferta de energia e a bioeconomia. Ademais, o parlamentar defende e trabalha pela aprovação da Lei do Gás (PL 6407/2013) no Congresso Nacional desde a tramitação na Comissão de Minas e Energia (CME), da qual era membro suplente em 2019. Esse tema é de suma importância para recuperar o Brasil e o estado do Rio de Janeiro após a pandemia.

Além da CME, o parlamentar foi titular nas Comissões de Finanças e Tributação (CFT) e de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado (CSPCCO) e suplente na comissão de Ciência, Tecnologia Comunicação e Inovação (CCTCI). Na pauta da bioeconomia, Paulo teve oportunidade de fundar e presidir a Frente Parlamentar Mista pela Inovação na Bioeconomia (FPBioeconomia), da qual, hoje, é vice-presidente. O parlamentar também atua como coordenador regional do Rio de Janeiro na Frente Parlamentar Mista pela Competitividade da Cadeia Produtiva do Setor Químico (FPQuímica), como coordenador de sistema político-partidário na Frente Parlamentar Mista pela Reforma Política e como diretor de produção e exploração de petróleo na Frente Parlamentar para o Desenvolvimento Sustentável do Petróleo e Energias Renováveis (FREPER).

Ganime é Engenheiro de Produção pelo CEFET-RJ, além de ter cursado Economia na UERJ e de ter concluído MBA em Gestão de Empresas na PUC-RIO. Possui larga experiência profissional nas áreas de finanças e de gestão de projetos. Trabalhou 15 anos em grandes empresas multinacionais, sendo os últimos 5 desses como expatriado na França e nos EUA.

Carioca, Ganime sempre amou e defendeu muito o Rio e o Brasil. Os anos de trabalho longe da terra natal só aumentaram a vontade de fazer algo pelo país. Segue trabalhando por um País mais próspero com cada vez mais oportunidades para todos, por um ambiente político mais correto e justo e para uma sociedade cada vez mais engajada e consciente de seu papel.

 

Valores do NOVO:

- Liberdades individuais com responsabilidade;
- Indivíduo como único gerador de riquezas;
- Todos são iguais perante a lei;
- Livre mercado;
- Indivíduo como agente de mudanças;
- Visão de longo prazo;
- Ficha limpa;
- Limitação ao "carreirismo político";
- Vinculação do candidato às suas propostas;
- Gestão independente;
- Não há cobrança de percentual do salário do mandatário.

Valores adicionais:

- Não fazer política a qualquer custo;
- Respeito aos fatos: se basear em fatos e dados para as tomadas de decisão;
- Liderar pelo exemplo: coerência entre o discurso e a prática;
- Defender a eficiência da máquina pública a serviço das pessoas;
- Pragmatismo: Compromisso com o resultado;
- Proximidade com a população durante o mandato.

POSICIONAMENTOS E COMPROMISSOS

O Estado deve priorizar Segurança, Saúde e Educação Básica;
- Ter um gabinete eficiente e enxuto, economizando pelo menos 50% das verbas de gabinete;
- Participação colaborativa do eleitor no mandato, utilizando aplicativo "Nosso Mandato" (ou similar).
- Reforma tributária e da previdência como pontos fundamentais para o crescimento da Economia;
- Maior rigor no combate à impunidade como forma de reduzir a corrupção e a violência;
- Rever o pacto federativo para trazer para perto da população decisões que impactem o dia-a-dia das pessoas;
- Temos que investir em educação básica, como forma de criar condições similares na partida e que a meritocracia defina a chegada;
- Não abandonar o mandato no meio para concorrer a outro cargo eletivo ou ocupar um cargo no Executivo;
- Reduzir a burocracia, fazer com que o Estado pare de atrapalhar o cidadão, trabalhador e empresário;
- Exercer com afinco o papel de fiscalizador do Poder Executivo.