Do Rio para o Rio: partindo para a ação

Turismo Colaborativo: PL de Ganime e Ventura é aprovado na CTUR
28/05/2021
O Rio tem jeito: Ganime é um dos palestrantes da estreia de websérie da Firjan
31/05/2021

A Cidade Maravilhosa não é famosa apenas pelas belezas naturais e por seu povo acolhedor, mas também por enfrentar sérios problemas, sobretudo de ordem social. Inspirado pelo aniversário do Município do Rio de Janeiro (01/03), organizei em março um seminário com especialistas para debater sobre o que é preciso fazer para garantir melhor qualidade de vida aos cidadãos cariocas.

Durante um dia inteiro, conversamos sobre diversos assuntos e traçamos caminhos e soluções viáveis. E como resultado do seminário “Do Rio para o Rio”, montamos um plano de ação para atuar nas áreas de educação, saúde, segurança pública, saneamento básico, oportunidades de emprego e renda e transporte.

Desde então, venho realizando, junto da minha equipe e de colegas de partido, reuniões frequentes com autoridades públicas e a sociedade civil, como desdobramento das ações propostas durante o seminário. Estamos discutindo cada pauta necessária para avançar em busca de um Rio de Janeiro com melhor qualidade de vida e de serviços prestados à população. 

Uma dessas pautas se refere aos serviços de saneamento básico prestados pela CEDAE. Conseguimos, através dos nossos deputados estaduais Alexandre Freitas e Adriana Balthazar, garantir a realização do leilão de concessão da empresa, que havia sido suspenso pela Assembleia Legislativa do Rio. O cancelamento do leilão colocava em risco o futuro do saneamento em todo o estado. Os parlamentares ingressaram com um mandado de segurança junto à presidência do Tribunal de Justiça do Rio e conseguiram uma liminar. 

Vale destacar também importantes reuniões realizadas este mês com algumas autoridades, entre elas o novo superintendente da Polícia Rodoviária Federal (PRF) do Rio de Janeiro, Rômulo Silva, e os secretários municipais de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Simplificação, Chicão Bulhões, e de Educação, Renan Ferreirinha.

Com a PRF, o principal assunto foi o roubo de cargas, que impacta diretamente na economia do estado, uma vez que causa grandes prejuízos às empresas. Inclusive, destinei R$ 1 milhão de parte da emenda de bancada de 2020 para a instalação de uma unidade operacional em Japeri, que está em construção, e será estratégica para reforçar a segurança no Arco Metropolitano (BR-493), sobretudo no combate ao roubo de cargas. Conversamos também sobre o uso de ferramentas de inteligência e de integração com outras polícias e sistemas municipais no combate ao crime. 

Estive com o amigo Chicão Bulhões conversando sobre o excelente trabalho que está fazendo à frente da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Simplificação do Rio. Apenas nesses cinco primeiros meses, Chicão conseguiu dobrar a arrecadação em regularização de obras através da desburocratização, digitalização e autorregulamentação dos processos de construção. O assunto principal girou em torno do zoneamento do Rio para novos negócios e das oportunidades que começam a surgir para novos investimentos, criadas a partir da aprovação de pautas legislativas, como é o caso da Lei do Gás e do Marco Legal das Startups. Fico muito feliz porque foram temas pelos quais trabalhei intensamente para aprovar no legislativo federal.

Na educação, conversamos com o secretário Renan Ferreirinha sobre a reabertura de 92% das escolas municipais, num total de 1410 unidades em funcionamento. Aproveitamos para conhecer a plataforma Rio Educa em Casa, uma plataforma de reforço ao aprendizado, em que a prefeitura paga somente pelos dados utilizados pelos alunos na plataforma de ensino. Ferreirinha falou sobre as parcerias que tem firmado para a criação de ilhas de conexão pela cidade e sobre a adoção de uma avaliação externa nos anos em que não for realizado o Saerj (Sistema de Avaliação da Educação do Estado do Rio de Janeiro), que é responsável por coletar informações sobre o desempenho escolar dos estudantes. O orçamento disponível para implantar essa avaliação é um grande desafio e estamos dispostos a ajudar buscando parcerias ou avaliando o projeto no nosso edital de emendas.

Tenho certeza de que avançamos em nosso plano de ação, mas ainda existem muitas propostas a serem analisadas, discutidas e melhoradas. Vamos aprimorando ao longo do processo, sempre em busca da melhor solução viável para a nossa cidade e o nosso estado. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *